Tire já as roupas
Os signos, os retratos;
Eu não te quero assim 
Disfarçada de outra 
Filha sempre de algo. 
Te quero pura, livre, 
Irredutível: tu. 

E quando me perguntares

Quem é que te chama, 
"É o que tu queres seu".